FAVOR REPORTAR LINKS QUEBRADOS

FAVOR REPORTAR LINKS QUEBRADOS
Please report broken links
リンク切れを報告してください。

última atualização 20/06/2016

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Dia das bruxas

Nada melhor do que o Dia das Bruxas para sair um pouco da rotina. Mesmo considerando esta data, e as festas em sua comemoração, como um tipo de Carnaval fora de época ao qual nós brasileiros já estamos tão acostumados, esta é uma data importada e a maneira de comemorá-la também [exceto pelas fantasias]. Interpretando personagens de filmes de terror, abusamos das cores escuras, dentaduras de vampiro e do sangue de groselha. Alguns, mais práticos, podem recorrer ao velho lençol branco com furos para os olhos ou aos rolos de atadura. O importante é brincar de ser criança, caçoar da morte e dos espíritos maus.
Neste clima folclórico eu apresento uma coletânea do OSZE, intitulada BLACK SUN [sol negro, ou estrela negra numa transliteração mais adequada na minha opinião]. Note-se que selecionei apenas alguns fragmentos das páginas, focalizando especialmente as partes mais eróticas e menos grotescas. Note-se, também, a semelhança entre este trabalho, do Osze, e o Pornomicon, do Logan. Este último bem mais recente que o que apresento aqui, mas igualmente rico em detalhes sensuais e grotescos. Será que neste caso vale a máxima do velho guerreiro, Chacrinha, que uma vez afirmou que “nada se perde, tudo se copia” ou será que foi apenas inspiração mesmo?
O fato é que em relação a sexo [ou melhor, em relação a tudo] tudo pode ser erotizado. Do céu ao inferno, e do inferno ao céu, com uma paradinha aqui na Terra. Enjoy! *D

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Ouvi essa música...

Nesta madrugada quente e úmida de final de primavera eu ouvi músicas aleatoriamente. Bendito seja o recurso shuffle que embaralha as músicas de maneira tal, que uma se liga a seguinte de um jeito [quase sempre] sincrônico... Oops! A viagem de se apreciar o estado alterado de consciência. Dormir tarde, não dormir; brincar de roda com a própria sombra. Pensar em coisas alegres, ficar tonto, ver estrelas.
A risada brota do sossêgo.

Ela tem um segredo cigano.

DEBORAH BLANDO, SEGREDO CIGANO [+ baixe: 6,58 MB - mp3]

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Fatos, fotos e feitos

MUNDINHO / LUXO / FERVO / BABADO / ETC
- Cirio de Nanazé rosa chiclete
- para quem ainda brinca de boneca
- fotomontagem “casa” Hugh Jackman com outro homem
- jogador de vôlei peludinho, gostoso e fofinho [+ link][+ link]
- making off de calendário com jogadores de rugby
- e parece que foto de homem [ainda bem!] virou moda
- documentário inglês mostra criança transexual...
- ...e, no Uruguai, é aprovada lei para mudança de documentos
- segunda, 19/10, MTV reprisou Fica Comigo Gay
- alunos estadunidenses poíbidos de “dar pinta”
- time muçulmano homofóbico é expulso do campeonato francês
- o óbvio revelado em pesquisas sobre a AIDS
- “montadas” para calendário gay com temática católica geram polêmica
- tudo dominado na web


COTIDIANO / PLURAL / EVOLUTIVO / SOCIAL / ETC
- controlado por um chip ligado diretamente ao cérebro
- uma rede mundial de ligações efêmeras...
- ...e mais, Especial VEJA.COM: namoro na internet
- para os cariocas: Festival Animação e Educação Sexual

Helicóptero da polícia carbonizado“Será possível para a cidade [do Rio de Janeiro] sediar a Olimpíada? A resposta existe. Sim, é possível. Mas para isso precisa tomar como norte as palavras do secretário de Segurança, José Mariano Beltrame. ‘Foi o nosso 11 de setembro’. A alusão aos ataques terroristas nos Estados Unidos, em 2001, se justifica. Não tanto pela semelhança e gravidade dos acontecimentos, mas pela necessidade do país inteiro se mobilizar para resolver o problema da segurança do Rio.
Nunca antes os traficantes haviam chegado tão longe. Incumbido do resgate de feridos no confronto, o helicóptero se preparava para pousar pela terceira vez na favela. Alvejado, caiu em chamas, matando três ocupantes. O armamento pesado, capaz até de perfurar blindagens, já está em poder das quadrilhas há mais de dez anos, como demonstram as apreensões feitas pela polícia”
- VEJA.COM: 15 verdades incômodas sobre o crime no Rio

Assim, assim...

A labuta é dura... não tão dura assim, talvez incômoda. As pressões pelo cumprimento de metas de venda estão chegando a níveis preocupantes. Pelo menos pra mim. Não gosto deste tipo de pressão, mesmo não sendo obrigado a ceder, a mim, basta cumprir meu papel e já é suficiente. Somente me preocupa a repercussão que minha acomodação possa trazer aqueles que estão próximos de mim e também aqueles que estão ligeiramente acima, e que dependem dos meus bons rendimentos.
Ter dinheiro é bom, lucrar é melhor ainda, mas qual será o limite? Não estou passando fome, claro, mas até onde eu me rebaixaria ou quanto dos meus princípios eu deixaria de lado por dinheiro?
Admiro o capitalismo e o defendo, mas não aceito que ele seja tão selvagem. De qualquer forma é algo que não vai mudar tão cedo e preciso achar formas de me adaptar à “carnificina” generalizada que nos rodeia.

Bebam meu sangue se assim desejarem, ele é seu. Poupem apenas minhas memórias.





Eu encontrei esta história por acaso, enquanto procurava material novo dos meus artistas favoritos [e que, por sinal, já se cercaram de todas as barreiras anti-pirataria possíveis], acabei esbarrando neste artista em mais um dos meus downloads, ditos, ilegais. Gostei especialmente por retratar homens fortes e peludos... ursos, por assim dizer, mas não somente, também gostei dos traços e da verossimilhança das imagens.
O que você[s] acha[m]?
Aprecie[m] BASEMENT'S INSTINCTS [fragmento], por BRUNO B.






MIKA, LOLLIPOP