FAVOR REPORTAR LINKS QUEBRADOS

FAVOR REPORTAR LINKS QUEBRADOS
Please report broken links
リンク切れを報告してください。

última atualização 20/06/2016

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2006

Cabeleira do Zezé

É CARNAVAL, DE HOJE ATÉ A QUARTA-FEIRA DE CINZAS A ORDEM DO DIA É A FOLIA. OU, NO MEU CASO, APROVEITAR OS MOMENTOS DE FOLGA PRA DESCANSAR, VER OS AMIGOS, VIAJAR E ETC. PRA QUEM VAI, OU PRA QUEM FICA O MELHOR MESMO É APROVEITAR TUDO QUE O CARNAVAL TEM A OFERECER COM SEGURANÇA... E GOZE A VONTADE!
FOLIA É COM CAMISINHA

Depois que eu encontrei o blog do Smart Shade of Blue, sempre passo lá pra ver sua opinião sobre algum assunto. Imagino que o cara deva ser um leitor compulsivo de tudo que é publicado; um nerd, por assim dizer, mas muito bem humorado e tão imparcial que não consigo identificá-lo como sendo de direita ou de esquerda. Veja abaixo um de seus posts.

Abre aspas BLOGS DE DIREITA, MANUAL DE REDAÇÃO
Prezado leitor(a),
Se você é dono(a) ou frequentador(a) de um blog de
direita e um chato aparecer por lá querendo apresentar um
ponto de vista contrário ao seu, eis a receita para resolver
o problema:

- diga que ele não está dizendo o que está dizendo;
- se ele provar que está, chame atenção para outro assunto completamente diferente;
- se ainda assim ele não desistir, comece a insultá-lo;
- se ele responder aos insultos, diga que ele é um chato que não tem mais o que fazer;
- se ele continuar a responder, diga que esta discussão é um tédio, que a Verdade tem que ser divertida e não verdadeira, que você não está nesse mundo para achar solução para nada, e, ainda por cima, você tem que passar na Daslu antes que feche, tchau.”

Estas dicas, eu imagino, servem para qualquer situação de confronto de idéias, não acham?
Ah, pra esclarecer: eu me considero uma personalidade muito complexa. Se, por um lado, me defino como sendo de esquerda [afinal, sou gay, ateu, liberal, a favor da descriminalização da maconha e do aborto, profundamente preocupado com o futuro da humanidade e do planeta...], por outro, tenho inclinações capitalistas como o desejo de ser rico [poderosa!] e a defesa da propriedade privada. Há, ainda, uma faceta anarquista que é contra a existência de forças militares e que questiona a legitimidade do poder judiciário... Ou seja, completamente louca!


Pra fechar com chave de ouro: JULIUS. Desta vez sem título oficial, mas eu posso batizá-la de ORGIA DOS CAMINHONEIROS.
Não... ...adianta... ...resistir! Entregue... ...o ouro! Podemos... ...nos... ...juntar?

domingo, 19 de fevereiro de 2006

Daslu Daspu Daocu

DASPU
EU ESTAVA ASSISTINDO A UM EPISÓDIO DO PROGRAMA SAIA JUSTA [+] DO CANAL GNT, E UM DOS ASSUNTOS FOI O DESFILE DE LANÇAMENTO DA GRIFE DASPU QUE TEVE A PARTICIPAÇÃO DA SAIA BETTY LAGO COMO MODELO E COMO REPÓRTER. DE CARA NOS VÊM À MENTE A ORIGEM DO NOME, MAS VENDO O PROGRAMA TIVE CONHECIMENTO DE QUE SE TRATAVA DE ALGO ALÉM DE UMA MERA PARÓDIA. A RENDA DA GRIFE É REVERTIDA NO SUSTENTO DE UMA ONG DE ASSISTÊNCIA A PROTITUTAS DAS ZONAS MAIS POBRES DO RIO DE JANEIRO; SÓ POR ISSO JÁ MERECERIA O DIREITO DE EXISTIR, MAS PARECE QUE A FRÍGIDA TORRE DE VIDRO DAS DONDOCAS DE SÃO PAULO NÃO GOSTOU NADA E JÁ FOI DESCENDO DO SALTO E ACIONANDO SEUS ADVOGADOS... É... QUER PAGAR QUANTO?
INTEIRE-SE NO ASSUNTO ABAIXO.

:: Por dentro da Daspu [por Christian Carvalho Cruz, do Rio de Janeiro]
TERRA.COM.BR/ISTOEDINHEIRO – 22/02/06
Como funciona a grife das prostitutas que, de um sobradinho simplório na Glória (RJ), incomoda tanto a poderosa butique Daslu
Se você descer do táxi na rua Santo Amaro, uma ladeira tranqüila do bairro da Glória, no Rio de Janeiro, em frente ao número 129 [...] você chegará ao coração da marca de moda mais falada do momento — a Daspu. Parida e gerida pela ONG DaVida, que atende prostitutas, a Daspu surgiu no final do ano passado como um soco no estômago da Daslu. A butique paulistana logo acusou o golpe. Notificou extrajudicialmente a DaVida para que ela escolhesse outro nome, pois Daspu “denegria” a sua imagem. Mas o tiro saiu pela culatra. “Ao se manifestar, deu força a uma brincadeira que não deveria ter passado disso”, diz o consultor de marcas de luxo, Carlos Ferreirinha. Na semana passada, o advogado da Daslu, Rui Celso Reali Fragoso, informou que avaliaria o impacto “das atividades da outra marca” por 120 dias e só então decidiria o que fazer. Mas a DaVida promete resistir se for necessário. “A gente só tem a agradecer a Daslu. Há 13 anos lutamos contra o estigma da prostituição e jamais despertamos tanto interesse como agora”, afirma Sylvio de Oliveira, pai do nome Daspu e das estampas das requisitadíssimas camisetas da grife. A ex-prostituta Gabriela Leite, presidente da DaVida e agora CEO* da Daspu, é uma senhora baixinha, de óculos meio grossos, sorriso fácil e que fuma um cigarro atrás do outro. [...] É uma fera e está disposta a ir até o fim para fazer da Daspu um negócio rentável e um instrumento de cidadania — mas sem perder a irreverência jamás. “Se não tiver mesmo jeito e precisarmos mudar de nome, já temos uma segunda opção. A Daspu vai virar Putique”.

– leia texto completo aqui

* CEO: iniciais da expressão, em inglês, chief executive officer, que significa o diretor-presidente de uma companhia ou seu diretor-executivo mais importante e com maiores poderes.
– texto de Carlos Alberto Dória sobre modas [adicionado em 24/02/06]
matéria do NoMínimo sobre reação da Daslu à marca Daspu
– matéria do JB Online sobre a concorrência da Daslu no Rio de Janeiro
crítica sobre a participação do Governo paulista no caso Daslu
– caso Daslu no Yahoo! Notícias
caso Daslu no Folha Online
– opiniões de Leila Couceiro e links para outras idéias em seu blog
compre a sua camiseta Daspu


E você[s] prefere[m] Daslu ou Daspu? Eu prefiro Daocu, se é que me entendem. E pra melhorar o astral mais uma seqüência de JOSMAN, MENINO LEVADO.
[-1-] [-2-] [-3-] [-4-] [-5-]

sábado, 18 de fevereiro de 2006

Cazuza, Patrícia Marx e TOF-3

CAZUZA, O Tempo Não PáraEu assisti ao vídeo Cazuza – O Tempo Não Pára [2004] e vou dar nota 7. O roteiro é bom, a história é boa, Marieta Severo me encheu os olhos de lágrimas e Dani de Oliveira brilhou mesmo nos últimos dias da vida do cantor-poeta-personagem-principal, mas eu sinceramente não entendo porque os filmes brasileiros tem essa cara de velho, mal-feito. Talvez, nesse caso, fosse para situar a história nos anos de 1980, sei lá, mas até o filme A bruxa de Blair [1999] que usa a idéia de um vídeo “amador” feito por estudantes teve melhor acabamento. O que me surpreendeu e que me fez elevar o conceito sobre o filme, além das atuações, foi a representação do pai do Cazuza, João Araújo. Este pai foi amoroso, protetor e esteve sempre do lado do filho, mesmo diante da sua homossexualidade, ou da doença que o matou. Serve de exemplo!
página do filme Cazuza
– página do filme The Blair Witch Project

EU ESTAVA À PROCURA DE IMAGENS E INFORMAÇÕES SOBRE OS ÚLTIMOS ÁLBUNS DA PATRÍCIA MARX PORQUE ESTOU BAIXANDO ALGUMAS MÚSICAS DELA E DESCOBRI QUE ELA MANTÉM UM BLOG NO SEU SITE OFICIAL E O MELHOR: TEMOS MUITO EM COMUM. NÓS GOSTAMOS DE MÚSICA ELETRÔNICA MISTURADA COM A MPB E NOS PREOCUPAMOS EM SER PESSOAS “DO BEM”. ABAIXO TRANSCREVO UMA DE SUAS MENSAGENS.
Abre aspas Olá pessoal,
Dêem só uma olhada na matéria que saiu ontem dia 04/09/2005, na Folha de S. Paulo no caderno Mais!

É ISTO UM PAÍS?
O jornalista português João Pereira Coutinho defende que a afirmação de identidade dos ricos no Brasil funda-se na humilhação dos pobres
A ANTIELITE BRASILEIRA
João Pereira Coutinho especial para a Folha
É impossível aterrar em São Paulo e não visitar a Daslu, esse “shopping-bunker”, nas palavras do jornalista Alcino Leite Neto. Não fujo à regra e, em plena Vila Olímpia, o “bunker” se ergue para mim. Imponente. Prepotente. E tão vulgar que até dói: 20 mil metros de luxo exclusivo, rodeados por miséria e desolação. Entendam: nada tenho contra o luxo. Contra? Por Deus: uma tarde em Savile Row [tradicional rua do centro de Londres que reúne as principais lojas de roupas masculinas] é a minha ideia de Disneylândia. Gosto do luxo como Carmen Miranda gostava de sua salada de frutas. Cometo as minhas loucuras como qualquer burguês indecente, decadente, indolente. E Marx que vá para o inferno: nem só de pão vive o homem. A matéria sempre foi terrivelmente desinteressante. Mas a Daslu é diferente. Não é apenas chocante pela sua grotesca vulgaridade. É também a expressão material de um espírito e de uma atitude: a atitude das “elites” brasileiras na cara do povo ignaro que as rodeia. Uma atitude de ostentação e, em certos casos, de humilhação como forma de identidade social. Compro, logo me afirmo. Humilho, logo sou. O fenômeno não se limita a um shopping. Abrange as relações sociais mais mundanas. Comportamento em restaurantes. Em supermercados. Em pequenas lojas do centro. No trânsito da cidade, em trânsito pela cidade. Oscila entre a náusea e a humilhação perante os mais pobres. Uma náusea e uma humilhação que aumentam à medida que a cor da pele escurece. Só falta mesmo o chicote – em sentido físico, claro, porque psicologicamente, verbalmente, socialmente, ele já está lá. Resquícios do colonialismo e da escravatura? Talvez. Darcy Ribeiro, por exemplo, explica. Aliás, não apenas Darcy Ribeiro: comento minhas impressões com amigos paulistanos, colegas de ofício nesse mundo das rotativas, e a idéia é reforçada. Sim, as “elites” são ostentatórias, prepotentes, grosseiras. Profundamente racistas. Herdeiras da mentalidade casa-grande e dispostas a subjugar as senzalas modernas com os vícios dos velhos colonizadores. Entendo. Mas, se me permitem, discordo de um ponto essencial: é um erro olhar para as “elites” brasileiras como se elas fossem verdadeiras elites. Pelo contrário: as chamadas “elites” são, na verdade, antielites. Elas encarnam valores e perversidades que uma elite, em sentido clássico, manifestamente repudia e despreza.
Amargo, constrangedor e desigual... esse é o meu país.
se você assina UOL pode ver mais textos aqui
– página oficial de Patrícia Marx


E aqui estão as últimas cinco imagens de TOM OF FINLAND, sem título
[-11-] [-12-] [-13-] [-14-] [-15-]

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2006

Fim de semana,
boicote-2 e TOF-2

flyer D.EdgeA noite no The Wall [+] foi muito boa, apesar da chuva estragar o nosso look e de algumas ausências. Tiramos fotos legais [espero!] e curtimos até às 5h.
Dormi na casa do Jeferson e, depois do almoço, fomos até a casa do Adriano, vulgo “Tio” [que por acaso é o irmão mais novo da minha amiga Paluzza]. Toc-toc, ding-dong, não tinha ninguém. Enquanto recuperávamos as forças para a caminhada de volta, apareceu um pessoal da antiga, também, a procura do Tio. Renata “Palôca”, Silvana e seu marido foram levar convites para a D.Edge [+] e deram com a cara na porta. Batemos um papo legal e os convidamos para a Parada [+] da Paulista em junho.

ENCERRANDO A CAMPANHA CONTRA O MCDONALD’S UM TEXTO DA FOLHA DE S. PAULO DE 27/01/2002. TRATA-SE DAS IMPRESSÕES DE PAULO EDUARDO ARANTES SOBRE O LIVRO DE ISLEIDE FONTENELLE QUE ANALISA OS PRINCÍPIOS MERCADOLÓGICO-PSICOLÓGICOS ESCONDIDOS POR TRÁS DE UM “LANCHE FELIZ”.

Jornal 1 Jornal 2 Jornal 3

Pra “manter o respeito” a segunda parte da série de TOM OF FINLAND, sem título.

[-6-] [-7-] [-8-] [-9-] [-10-]

sábado, 11 de fevereiro de 2006

Boicote, feliz aniversário e TOF

Hoje eu estava lendo uma matéria sobre o McDonald’s na página da revista IstoÉ Dinheiro no Terra. A matéria tratava do centro de pesquisas e desenvolvimento de novos produtos da empresa, a méqui-caverna. Senti, ao ler aquilo, que faço muito bem em não gastar meu dinheiro com esses sanguessugas. É claro, eu adoro um bom BigMac, e o número 2, e o número 3, batatinhas e sobremesas... mas meu dinheiro não é capim. Ainda lembro de quando comia um lanche completo por R$ 5,00 [que é o quanto deveria custar um fast food]. Hoje, com o mesmo valor, só se compra o hambúrguer. Entendo que ao longo dos anos houve as altas do dólar, o aumento do preço da farinha, problemas com a carne [?] bovina, e outros problemas de ordem econômica que a gente conhece bem, mas não concordo com a exorbitância nos valores aplicados por aqui e que permitem a esta empresa imperialista acumular somas anuais de bilhões de dólares. Sim, sentirei falta de comer um bom BigMac, mas estou satisfeito enchendo o prato com comida variada, em restaurantes por quilo,
e gastando só R$ 5,00.

matéria da revista IstoÉ Dinheiro no Terra
resultado de busca por “super size me” na página do e-Pipoca
crítica sobre o filme Super size me no iBest


Vá para a página do The Wall Café Vá para a página da banda Columbia Rock

HOJE VAI SER A COMEMORAÇÃO DO ANIVERSÁRIO DA MINHA AMIGA ALINE [15/02/1977] E ADIVINHEM ONDE? NO THE WALL CAFÉ. CONFIRMADAS ESTÃO AS PRESENÇAS DO MARCELO, MEU AMIGO JEFERSON, ARIELLY E EU. ALÉM DA BANDA COLUMBIA ROCK, CLARO. ASSIM QUE REVELARMOS AS FOTOS EU POSTO AQUI.


PRA ENCERRAR, A PRIMEIRA PARTE DE UMA SÉRIE DE TOM OF FINLAND, SEM TÍTULO [MAS QUE PODERIA SER OS HERDEIROS DE BROKEBACK MOUNTAIN].

[-1-] [-2-] [-3-] [-4-] [-5-]

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2006

Ai que saudade da cadeia!

EU TENHO ACESSADO A INTERNET DESDE 1998, ÉPOCA EM QUE COMECEI A FAZER AS MINHAS COLEÇÕES DE IMAGENS ERÓTICAS, FASCINADO COM A QUANTIDADE DE HOMENS MARAVILHOSOS QUE JÁ POSARAM NUS. IGNORANDO OS CONSELHOS DE UM AMIGO, DE SALVAR SEMPRE EM DISQUETE O QUE CONSIDERAVA IMPORTANTE, FUI PERDENDO AOS POUCOS GRANDE PARTE DO LEGADO DEVIDO AS VÁRIAS FORMATAÇÕES DE HD PORQUE PASSEI. HOJE JÁ NÃO USO DISQUETES, MAS UM HD DE CAPACIDADE MENOR [QUE É CHAMADO DE “ESCRAVO” PELOS TÉCNICOS] ONDE GUARDO MINHAS COLEÇÕES ATUAIS, ALÉM DA TAL “REPARTIÇÃO” DO HD PRINCIPAL, DE MODO QUE NÃO ME PREOCUPO EM PERDER MAIS NADA QUE TENHA SALVADO NO COMPUTADOR.
NOS ÚLTIMOS ANOS O QUE TEM ME ATRAÍDO SÃO OS DESENHOS, PRINCIPALMENTE, E OS ENSAIOS DA G MAGAZINE, APESAR DE QUE ESTES EU NEM PRECISO SALVAR, POIS EXISTEM DIVERSAS FONTES, BLOGS E SITES ONDE PODEMOS VÊ-LOS A HORA QUE QUISERMOS. ENTRETANTO, POR ESSES DIAS, ME DEU UMA SAUDADE DAQUELE TEMPO, ANTES DAS BANDAS LARGAS E DOS MODEMS DE 56 x 2 kB...
ANTES DE EXISTIREM IMAGENS DA G MAGAZINE NA INTERNET, HAVIA A PLAYGIRL MAGAZINE E SUAS SEQÜÊNCIAS DE FOTOS COM MODELOS “AMADORES” [COWBOYS, CAMINHONEIROS, SURFISTAS, ETC], STRIPPERS, ALGUMAS ESTRELAS DE FILMES GAY E ATÉ O MARCO MASTRONELLE [SOB CODINOME DE MARCELLO-qualquer-coisa]… ENFIM, INÚMERAS SEQUÊNCIAS DE BELOS HOMENS NUS, PARA O DELEITE DAS MULHERES ESTADUNIDENSES [E PARA O NOSSO, CLARO!] PORÉM ESTAS SEQUÊNCIAS FORAM A MUITO TEMPO PERDIDAS E NEM MESMO EXISTEM SITES ONDE SE POSSA ACESSÁ-LAS NA ÍNTEGRA, PELO MENOS, NÃO GRATUITAMENTE.

Fazendo uma busca consegui apenas algumas fotos de dois dos meus “maridos” preferidos.
O primeiro se chama Zoltan, é natural da Hungria, morava em Miami e trabalhava como go go boy em clubes de mulheres. O outro eu não sei o nome, mas me lembro que era piloto de jatinhos particulares, estava casado e morava na Califórnia.
Zoltan - 1 Zoltan - 2 Zoltan - 3 Zoltan - 4 Playgirl - fev/1996
Aviador 1 Aviador 2
Será que algum dia voltarei a vê-los em todas as poses?... Snif!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2006

Mana a manO

HOJE É ANIVERSÁRIO DA MINHA IRMÃ CAÇULA, IZABEL. ELA TEM 20 ANOS, É ALUNA DA USP, NAMORA SERIAMENTE UM RAPAZ MUITO BOM [ESPECIALMENTE POR AGUENTÁ-LA, rsrs]... ENFIM, JÁ FAZ ALGUNS ANOS QUE NÃO NOS DAMOS MUITO BEM. DEPOIS QUE ELA ENTROU NA ADOLESCÊNCIA SEU TEMPERAMENTO TORNOU-SE INACEITÁVEL E DEIXADOS DE NOS FALAR. ENTRETANTO, TENHO ACOMPANHADO SEU DESENVOLVIMENTO NESTES ÚLTIMOS ANOS, ASSIM, DE “CANTO DE OLHO” E TENHO QUE CONFESSAR O IMENSO ORGULHO E INFINITO AMOR QUE SINTO, EU QUE A VI NASCER E CRESCER, E O SINCERO DESEJO DE QUE POSSAMOS, UM DIA, REATAR NOSSA AMIZADE, COMO IRMÃOS QUE SOMOS.

Izabel, Feliz Aniversário!

Claro que não vou postar nenhuma foto dela, mas em compensação vou apresentar mais uma série de JOSMAN... pra vocês: GÊMEOS.
[-1-] [-2-] [-3-] [-4-] [-5-]