FAVOR REPORTAR LINKS QUEBRADOS

FAVOR REPORTAR LINKS QUEBRADOS
Please report broken links
リンク切れを報告してください。

última atualização 20/06/2016

quarta-feira, 21 de março de 2007

Primeira quarta-feira do outono

OLÁ, LEITOR[ES]. COMO VAI[ÃO]?
EU ACHO ESTRANHO O QUANTO PODEMOS SER COMPLEXOS. NO PERÍODO EM QUE EU FIQUEI SEM COMPUTADOR, NÃO VIA A HORA DE PODER VOLTAR A USÁ-LO; AGORA, PARECE QUE EU ME ACOSTUMEI A FICAR SEM ELE [OU, TALVEZ, SEJA SÓ PREGUIÇA MESMO]. NAS HORAS LIVRES, TENHO PREFERIDO DORMIR A FICAR PROCURANDO O QUÊ POSTAR: MATÉRIAS, “CAUSOS”, IDÉIAS...

AQUI, NO HEMISFÉRIO SUL, O CLIMA ESTÁ COMEÇANDO A MUDAR. O VERÃO FOI EMBORA, E LEVOU CONSIGO O CALOR SUFOCANTE QUE ME OBRIGAVA A DORMIR SÓ DE CUECAS, E ASSIM MESMO ACABAVA EMPAPANDO OS LENÇÓIS EM SUOR; ESTA FOI A PRIMEIRA NOITE QUE DORMI COM EDREDON. ESPERO QUE O FRIO NÃO SEJA MUITO RIGOROSO ESTE ANO.





AGORA VAMOS DEIXAR DE MAIS DELONGAS, DESTA VEZ EU PREPAREI UMA SELEÇÃO DE IMAGENS DO JULIUS QUE EU INTITULEI GUERREIROS. UMA HOMENAGEM AOS 300 DE ESPARTA, AO RODRIGO SANTORO E AO GERARD BUTLER [E TODOS OS OUTROS DEFENSORES DE SEUS POVOS, ONTEM E HOJE].

Satyricon II Robson Crusoé Ramon e Julian Histórias da Bavária A irmandade As cruzadas Parque dos cervos Histórias gregas

segunda-feira, 12 de março de 2007

Eu odeio não ser chinês

Agora quero falar do antiamericanismo no Brasil, em meio a visita de George W. Bush. Especialmente para os brasileiros que moram nos EUA e parecem ter-se esquecido de como é a nossa sociedade, a nossa política e a nossa história recente e criticaram o discurso histérico de alguns conterrâneos ao lançamento do filme Turistas e ao tratamento rigoroso dado aos pilotos do jato Legacy que causou o maior acidente aéreo em solo brasileiro de todos os tempos.

Quando passamos a ter os EUA como um tipo de modelo a ser seguido e de onde importávamos expressões lingüísticas, datas comemorativas e o capitalismo selvagem, apenas citando alguns exemplos, nós ainda vivíamos num período pós II Guerra. A busca por mercados consumidores e a ameaça do comunismo soviético impeliam Tio Sam a marcar seu território, mesmo que indiretamente. O bloqueio a Cuba, os golpes militares na América Latina, a instalação das multinacionais do ramo automobilístico, alimentação, vestuário e outros serviços, acabaram servindo de cartão de visitas para o american way of life. Mesmo que os intelectuais da época e todos aqueles que foram presos ou exilados sentissem nessa onda algo de pernicioso, a maioria da população estava alheia a estes acontecimentos devido à lavagem cerebral causada pela censura e apenas tentava conseguir o seu sustento, às vezes, até satisfeita em poder consumir os produtos estadunidenses e incluir em seus diálogos uma ou outra palavra da língua inglesa.
De repente vieram as diretas já! Na imprensa, nas escolas e universidades, nas mesas de bar e nas feiras livres as pessoas podiam de novo trocar idéias, espalhar boatos, informar-se sem medo de represálias, podiam escolher a quais partidos se aliariam e podiam votar livremente em seus representantes. É aí que se plantou a semente do antiamericanismo, afinal não aprendêramos nada de “útil” com os EUA, o Brasil continuava do mesmo jeito. Para o povão, só se substituiu uma ditadura por outra. A democracia fora imposta, as pessoas ainda precisavam lutar para ter o que comer, os políticos ainda eram corruptos e o crime organizado começaria a erguer seus alicerces. A única coisa diferente é que não comprávamos mais cachorros-quentes, e sim hot-dogs, big macs, skates, band-aids e no Natal enfeitávamos um pinheiro com algodão e bolas coloridas cantando jingle bell acabou o papel.
O Brasil é reconhecidamente o país que possui a maior carga tributária no mundo. Quase 40% do PIB são usados no pagamento de tributos, taxas e impostos diversos. Vale lembrar que esse número [40%] é um número “oficial” com base nos tributos que são efetivamente pagos, se incluirmos aí os valores que são sonegados todos os anos, para quanto não saltaria esta porcentagem? Também só recentemente conseguimos controlar uma inflação absurda de 200% ao ano que diminuía ainda mais o poder de compra do salário mínimo. Os brasileiros sabem disso hoje, e por isso começam a cobrar dos governantes mais transparência política e menos desvio de verbas públicas [quando não, seu fim], pois imaginam que 40% do PIB sejam suficientes para ter hospitais públicos de primeiro mundo, escolas públicas modernas, sistemas judiciário e penitenciário eficientes, estradas, ônibus, metrô, enfim, uma infra-estrutura básica; e procuram se eximir de mais gastos, mesmo que sejam de caráter filantrópico ou possam ser debitados do imposto de renda. Também não gostam muito de se unir em passeatas e em discursos verborrágicos, o qual consideram uma coisa chata e de extrema esquerda.
Talvez não tenhamos o direito de falar mal dos EUA ou do povo estadunidense. É verdade que temos milhões de questões importantes a resolver, mas também não podemos comparar um país como o Brasil, no qual todos os setores, de todas as esferas, ainda estão “em desenvolvimento”, com um país como os EUA, aonde as pessoas [mesmo que acreditem ser donas do mundo] têm serviços públicos e infra-estrutura mais evoluídos e eficientes, além da maior capacidade de se unir solidariamente nos momentos de crise.
- inspirado nesta postagem da Denise

domingo, 11 de março de 2007

Bush, Brasil e energia limpa


George W. Bush veio ao Brasil, e com licença para matar. Parou o trânsito, esvaziou hotéis, desfilou sorridente ao lado do presidente Lula, assinou acordos bilaterais de cooperação tecnológica e brincou com menores carentes, devidamente protegido pelos “homens de preto”, é claro.

Eu tenho, cá com meus botões, que o seu principal interesse foi puxar a brasa para a sardinha do candidato republicano que poderá substituí-lo, em breve, se eleito na próxima disputa presidencial dos EUA.
O impacto que deve ter causado as muitas premiações do filme do Al Gore nos estadunidenses, mais a popularidade dos candidatos democratas Hillary Clinton e Barack Obama [o candidato negão], o forçaram a desviar a atenção do público das questões do Oriente Médio para questões mais ambientalistas e que incluam os EUA entre os países com interesses ecologicamente corretos. De fato, sendo por essas ou por outras razões, admito que foi muito melhor ver isso aqui do que ter de agüentar o mesmo discurso antiterrorista de sempre. Como disse Hugo Cháves, Bush parece mais um disco arranhado.

    PRINCIPAIS METAS DO ACORDO:
  • Trabalhar em conjunto para avançar na pesquisa e no desenvolvimento da tecnologia de biocombustíveis;
  • Repassar essa tecnologia para outros paises que tenham capacidade de produzir e interesse em consumir o etanol – os primeiros contatos serão feitos com governos do Caribe e da América Central;
  • Alem disso, brasileiros e estadunidenses vão investir na criação de normas e padrões de qualidade para transformar o álcool combustível em commodity e expandir o mercado em escala global.
- matéria on line da revista Istoé
- Bush e álcool combustível, no UOL
- visita de George W. Bush, no Yahoo [fotos]
- os resultados da visita de Bush no Brasil, na Globo.com [vídeo]



ESPECIAL: BRASIL DO FUTURO
fontes: http://www.mme.gov.br/
http://www11.estadao.com.br/ext/ciencia/
http://infoener.iee.usp.br/scripts/biomassa/br_residuos.asp
http://www.qmc.ufsc.br/qmcweb/exemplar9.html
http://www.greenpeace.org.br/
http://www.ambientebrasil.com.br/



potencial de energia renovável
brasileiro, por Estado
Energia hidrelétrica. A mais utilizada no Brasil para obtenção de eletricidade. É produzida por uma turbina movida pela energia liberada de uma grande queda d’água que aciona um gerador produtor de energia elétrica. Apresenta dois grandes inconvenientes: o impacto ambiental provocado pelas barragens, que inundam grandes áreas deslocando populações, e o tempo e recursos que são necessários para sua construção. Atualmente, vêm sendo implantados no Brasil projetos de menor escala, denominados pequenas centrais hidrelétricas [PCH].

Energia de biomassa. Energia obtida a partir de matéria animal e vegetal que, transformado em combustível [líquido ou gasoso], pode ser usado em usinas termelétricas para obtenção de eletricidade ou para movimentar veículos e acender fogões a gás. Como exemplo, existe o álcool etanol, obtido e produzido a partir dos resíduos orgânicos provenientes da indústria sucro-alcooleira em cuja tecnologia o Brasil é líder mundial, e as pesquisas para desenvolvimento de biodiesel. O único inconveniente é a exploração de biomassa não-renovável, como o carvão vegetal utilizado principalmente em churrasqueiras domésticas e originado do trabalho infantil e do desmatamento ilegal.

quanto tempo leva para o
nosso lixo se decompor?
BIOMASSA NATIVA DO BRASIL: resíduos agrícolas (vegetais e frutas) e resíduos de florestas plantadas (como o eucalipto) que geralmente são descartados; bagaço de cana; óleos vegetais (amendoim, soja, dendê e mamona); casca de arroz; casca de cupuaçu; casca de babaçu; casca de coco; esterco; certos tipos de resíduos industriais e residenciais e qualquer lixo urbano de natureza biológica.
A maior experiência de produção de energia com biomassa é a queima do bagaço de cana-de-açúcar nas caldeiras das usinas. Considerado um estorvo até há pouco tempo, hoje é queimado de modo controlado, produzindo calor para a destilação do álcool e vapor para a geração de eletricidade. Praticamente todas as usinas de cana são auto-suficientes em energia e geram excedentes para a rede elétrica.
O emprego da biomassa para gerar energia está passando por várias modificações. Em todo mundo encontra-se focada, principalmente, no aproveitamento de sobras de produção industrial e do lixo urbano, na tentativa de recuperar o máximo de energia possível. Pensa-se que num futuro próximo as usinas termelétricas, que hoje utilizam combustíveis fósseis, começarão a operar também com biomassa, para que gradualmente esta possa ser adotada como principal fonte de energia.
O uso da biomassa na produção de energia gera empregos e renda ao envolver mão-de-obra local para separação e processamento dos resíduos. Mais de 1 milhão de pessoas trabalham com biomassa no Brasil e o número tende a crescer. Com possibilidade de abertura de 150 mil novos postos de trabalho diretos e indiretos durante a construção e a operação de uma usina, sem considerar o efeito-renda. Se todo o lixo brasileiro produzido em um ano fosse reciclado, seria gerada uma receita de mais de US$ 10 bilhões.


Energia solar. É a energia proveniente do sol. A energia solar fotovoltaica é a energia da conversão direta da luz em eletricidade (efeito fotovoltaico). O efeito fotovoltaico é o aparecimento de uma diferença de potencial nos extremos de uma estrutura de material semicondutor, produzida pela absorção da luz. A célula fotovoltaica é a unidade fundamental do processo de conversão. O maior inconveniente para aplicação deste tipo de energia é o alto custo das células fotovoltaicas.


usina eólica piloto de Macau/RN,
com potência instalada de 1,8 MW
Energia eólica. É a energia obtida pelo movimento do ar/vento. Apresenta grandes vantagens, pois não necessita ser implantada em áreas de produção de alimentos, não contribui para o efeito estufa e pode ser aplicada para geração de energia elétrica. O seu funcionamento é simples: as pás das hélices gigantes captam o vento acionando uma turbina ligada a um gerador elétrico. Para se usar esse tipo de energia são necessários grandes investimentos na sua transmissão. Os moinhos podem causar poluição sonora e interferir nas ondas de rádio e TV.

Energia maremotriz. Energia proveniente das ondas do mar. As ondas do mar possuem energia cinética relativa ao movimento da água e energia potencial relativa à sua altura. Energia de maré: em regiões costeiras de profundidades inferiores a 100m, grande parte da energia de maré é dissipada por atrito, e desta maneira a energia de maré é máxima em mar aberto. Esta energia pode ser utilizada na produção de energia elétrica através das usinas elétricas de maré. Energia de onda. Energia expressa pela capacidade de trabalho da onda. A energia de um sistema de ondas é teoricamente proporcional ao quadrado da altura da onda, que é um parâmetro de obtenção relativamente fácil. Deste modo, uma costa de alta energia de onda caracteriza-se por alturas de arrebentação superiores a 50 cm e uma costa de baixa energia apresenta alturas inferiores a 10 cm. Infelizmente não há muitos estudos sobre a aplicação desta fonte de energia no Brasil, que possui 7.408 km de costas litorâneas.

- apresentação em slides da Petrobras que mostra o potencial energético e a aplicação de energias renováveis no país [pdf]

quarta-feira, 7 de março de 2007

Já foi o carnaval, breve virá a Páscoa

Olá, pessoal! Já faz muuuuuito tempo que eu não publico nada. É que o meu computador estava dodói, segundo as últimas informações fornecidas pelo meu pai [o técnico de plantão] a placa-mãe foi para o espaço. Pior é que ele não é formado em Ciências da Computação, até achar o problema finalmente, já se passaram semanas; por isso eu só pude retomar agora o meu ritmo. Consegui abrir uma conta no Google Accounts e atualizei o blog para a nova versão, que é muito mais rápida de editar, concordo, mas não fica exatamente do jeito que eu gostaria; terei que me acostumar. Também, em breve, terei um perfil no Orkut, mas por enquanto, me dedicarei apenas ao meu blog.

Mais uma vez só tenho que agradecer a todo[s] você[s], meu[s] leitor[es] querido[s], pelas mensagens de saudade e incentivo.

Algumas coisas aconteceram durante este período de recesso compulsório. Um eclipse lunar lindo, que pude ver ao lado dos meus sobrinhos. O feriado prolongado, que não pude aproveitar como eu gostaria porque não gosto de carnaval e preferia estar em Aspen, brincando na neve, mas meu amigo Fernando [+] desfilou na Águia de Ouro, a quarta colocada entre as escolas do grupo especial, em São Paulo. Recebi duas cartas da amiga Paluzza, que está muito bem, apesar de não ter vindo me visitar, talvez ela venha no meio do ano. Também tive uma transa espetacular com um cara que eu conheci por acaso, o Marcos “Anaconda”. Ele me levou à sua casa e passamos horas incríveis de sexo intenso. Depois do orgasmo, tomamos banho juntos e ele me trouxe em casa. Dormi como um anjinho.





[-1-]PARA QUE TODOS SAIAM CONTENTES EU DECIDI PUBLICAR UMA SÉRIE DE DESENHOS DO JOSMAN QUE NÃO FOI PUBLICADA DA REVISTA HANDJOBS, MAS NUM SITE CHAMADO NIGHTCHARM [+] E ILUSTRA UMA HISTÓRIA QUE LÁ FOI PUBLICADA, O FILHO DO SOLDADO. É A HISTÓRIA DE UM RAPAZ QUE [-2-]PERDEU A MÃE NA ADOLESCÊNCIA E PASSOU A CONVIVER APENAS COM O PAI MILITAR, DEPRESSIVO E AUSENTE. NUMA NOITE, SEU PAI CHEGOU EMBRIAGADO E NÃO PERCEBEU QUE O FILHO O OBSERVAVA SE MASTURBAR NA COZINHA ENQUANTO ESTE, EXCITADO COM A SITUAÇÃO, SE MASTURBAVA NA SALA. O FLAGRANTE FOI INEVITÁVEL E A DISCUSSÃO, SEVERA! [-3-]OS DIAS PASSARAM SEM QUE SE TOCASSE NO ASSUNTO; O PAI NÃO PARECIA MAIS TÃO DEPRIMIDO, APESAR DE AINDA BEBER, E O RAPAZ AINDA SONHAVA COM O QUE VIRA HÁ TEMPOS ATRÁS. UM DIA, ELE CHEGOU EM CASA E ENCONTROU SEU PAI DORMINDO NO SOFÁ, [-4-]SEM CONSEGUIR CONTROLAR SEU IMPULSO, PASSOU DO SONHO À REALIDADE MESMO SOB O RISCO DE UM NOVO FLAGRANTE. DESDE ENTÃO A RELAÇÃO ENTRE OS DOIS MELHOROU E, NO QUE SE REFERE A SEXO, O PAI MANTEVE O COSTUME DE FINGIR ESTAR DORMINDO AO MESMO TEMPO EM QUE O FILHO FINGE QUE ACREDITA...
O RESTO DESTA HISTÓRIA EU DEIXO PARA A IMAGINAÇÃO DE VOCÊ[S] .


[-5-] [-6-] [-7-]
[-8-] [-9-] [-10-] [-11-] [-12-] [-13-] [-14-]